Arquivo da tag: cultura

lançamentos

Aqueles que queimam livros

14 julho, 2017 | Por Isabela Gaglianone

“No lugar em que agora queimam livros, hão-de queimar homens amanhã” – Heine, citado por George Steiner, em Tigres no espelho.

Trabalho da artista Ekaterina Panikanova

George Steiner é autor de tão extensa quanto diversificada obra, abrangendo sobretudos as áreas de filosofia, crítica literária e literatura. Nascido em 1929, em Paris, Steiner ensinou literatura em universidades de todo o mundo e tornou-se conhecido como um humanista pessimista, interrogando a espantosa contradição entre a exuberância do pensamento ocidental e os assassinatos em massa e genocídios praticados por essa mesma cultura, sobretudo em relação aos judeus pelos nazistas alemães – como o nazismo pôde se desenvolver no próprio seio da alta cultura?, pergunta. “Aqueles que queimam livros, que banem e matam os poetas, sabem o que fazem. O poder indeterminado dos livros é incalculável”.

Para Steiner, porém, o pessimismo da análise da história da humanidade tem um remédio otimista: os livros são a nossa chave de acesso para nos tornamos melhores do que somos. É o que discute em Aqueles que queimam livros, que acaba de ser lançado no Brasil pela editora Âyiné, com tradução de Pedro Fonseca.

Segundo o autor, é inquestionável a capacidade da leitura de produzir uma transcendência intelectual, responsável por suscitar discussões, alegorizações e desconstruções sem fim. Tanto, que um livro pode sobreviver em qualquer parte nesta terra, envolvo em um silêncio inquebrantável, e a qualquer momento é possível que seja ressuscitado.

Continue lendo

Send to Kindle

Música

Jornalismo Cultural OnLine

14 janeiro, 2009 | Por admin

São 3 os comentários deste artigo sobre jornalismo:
1: Na primeira semana de maio será realizado o I Congresso de Jornalismo Cultural no TUCA, em São Paulo. As inscrições  começam dia 15 de janeiro; para inscrever-se fale com Flávia Moreira (11) 3385-3385 ou eventos@revistacult.com.br. Não sei se vai ser muito produtivo, mas vale a pena tentar.

TUCA, em São Paulo

TUCA, em São Paulo

2: O suplemento +Mais da Folha de São Paulo de domingo passado (11 de janeiro de 2009) tratava sobre a Batalha da Informação, usando como ponto de partida o “ataque a Gaza, acompanhado de intensa campanha midiática de Israel, que expõe dilemas do jornalismo na guerra e cacofonia da internet”. (em breve colocarei o link para que se possa ler as matérias do +mais do dia 11)

Quem acompanhou os primeiros dias da invasão terrestre israelense aqui neste blog deve recordar-se da batalha ideológica travada no Twitter e a proliferação de blogs posicionados dos dois lados da guerra.

3: Li o artigo O futuro do jornalismo num blog chamado träsel – o autor é jornalista, professor de Comunicação Digital da Famecos/PUCRS – que me fez lembrar da iniciativa da TV Cultura em “abraçar o webjornalismo participativo”, como disse träsel, no programa semanal Roda Viva. As transmissões acontecem ao vivo pela internet, com uma câmera exclusiva dos bastidores da gravação, um feed do Twitter com a tag #rodaviva e um chat para que os internautas possam fazer perguntas ao sabatinado da noite.

[ad#ad_posts]

Send to Kindle